Neto Baiano marca, mas Vitória leva virada e perde do Guarani

0
124
-
Foto: Luciano Claudino / Estadão Conteúdo

Aniversariante do dia, na noite desta segunda-feira, 13, o Vitória recebeu um ‘presente de grego’ do Guarani pelos 120 anos de história. O Rubro-Negro visitou o Bugre pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e foi derrotado por 3 a 2, de virada, no Brinco de Ouro.

Por falar em presente, Caíque voltou a brindar os adversários com uma daquelas falhas para tirar qualquer torcedor do sério. Victor Ramos também errou em um dos gols e voltou a colocar em evidência os problemas do sistema defensivo rubro-negro. 

- Anúncio -

A derrota fez o Leão perder duas posições e terminar a rodada em 12º. No sábado o time volta a campo, dessa vez no Barradão, para enfrentar o São Bento.  

Saiu na frente

Com menos de um minuto, Caíque precisou trabalhar em Campinas. O camisa 1 fez bonita defesa em finalização de cabeça de Ferreira, zagueiro do Bugre. Esse lance, no entanto, foi exceção em um começo de jogo pouco movimentado. Principalmente porque Giovanni, goleiro dos donos da casa, machucou o ombro ao se chocar com Felipe Garcia e a partida precisou ser interrompida para atendimento em duas oportunidades, ainda antes dos 15 minutos.

Gabriel Bispo e Felipe Garcia, as duas novidades na escalação do Vitória, foram participativos nos momentos que o time não tinha a bola. Como já havia feito contra o Vila Nova, o meia-atacante pressionava bastante desde a saída do adversário. O volante, por sua vez, foi combativo no setor de meio-campo. 

O problema era que eles – e nenhum outro jogador rubro-negro – conseguia ser importante com a posse de bola. Gabriel Bispo deixou claro que é mesmo um jogador de características defensivas e pouco acrescentou na fase ofensiva do time. Nesse sentido, Rodrigo Andrade fez falta ao Leão. Ele começou no banco por opção de Cláudio Tecanti. 

Como não é só com a bola nos pés que se joga futebol, Felipe Garcia foi protagonista no combate ao portador da redonda. O camisa 8 entrou na área adversária para pressionar o zagueiro Xandão e desarmou o defensor. Ligado no lance, Neto Baiano aproveitou para desencantar. Pegou a sobra e só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol, aos 29 minutos.

Foi o primeiro tento do camisa 9 nesta passagem pela Toca do Leão. Até então, eram 11 jogos e quase 700 minutos sem colocar a bola na rede. 

A vantagem visitante no placar não durou muito tempo. Aos 34 minutos, em falha feia de Caíque, o Guarani empatou o placar. Lenon cruzou na área e, após desvio em Everton Sena, a bola parecia fácil para o goleiro rubro-negro. Só parecia. O camisa 1 não conseguiu segurar a bola e viu ela ser desviada por Diego Cardoso, que quase não acreditou no gol marcado. 

Sofreu a virada

O Guarani voltou melhor para o segundo  tempo e a virada não demorou de acontecer. Caíque foi exigido logo no começo da segunda etapa, e mandou para escanteio uma finalização de Ricardinho, que tentou de longa distância. 

A virada do Guarani veio aos sete minutos, dos pés de Mateusinho. A jogada começou com Inácio, que atacou pelo lado direito da defesa do Vitória, colocou a bola entre as pernas de Matheus Rocha e cruzou na área. A redonda, então, desviou em Capa e foi amortecida para Mateusinho desempatar a partida.

Dois minutos, depois veio o terceiro. Victor Ramos tentou afastar com um chutão, mas viu a bola bater em Eder Luis e ir na direção do gol rubro-negro. Caíque tentou sair para cortar, mas foi antecipado por Mateusinho. O bugre ainda errou duas tentativas de passe, já dentro da área, até a bola sobrar para Arthur mandar uma bomba e fazer o terceiro gol dos mandantes.

Na tentativa de buscar a reação, Cláudio Tencati sacou Andrigo e mandou Nickson para campo. Titular absoluto em toda a temporada, o jogador emprestado pelo Internacional fez mais uma partida discreta na armação do time.

Tencati também promoveu a estreia de Ítalo e mandou Rodrigo Andrade para o jogo. A pressão nos minutos finais resultou em mais um gol, marcado pelo zagueiro Everton Sena, de cabeça, mas não foi suficiente para evitar a segunda derrota do time, em três jogos disputados  na Série B.

GUARANI 3X2 VITÓRIA – 3ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE B

Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP)

Quando: Segunda-feira, 13, às 20h

Gols: Neto Baiano aos 29’ do 1ºT e Everton Sena aos 45’ do 2ºT (V) e Diego Cardoso aos 34’ do 1ºT, Mateusinho aos 7’ e Arthur aos 9’ do 2ºT (G)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)

Assistentes: Marcus Vinicius Gomes e Frederico Soares Vilarinho (ambos de MG); Cartões amarelos: Ferreira, Arthur e Deivid Souza (G) / Ruan Levine e Nickson (V)

Guarani – Giovanni; Lenon, Ferreira, Xandão e Inácio; Deivid, Ricardinho e Arthur Rezende; Mateusinho (Deivid Souza), Diego Cardoso (Renanzinho) e Eder Luis (Felipe Amorim). Técnico: Vinícius Eutrópio.

Vitória – Caíque; Mateus Rocha, Everton Sena, Victor Ramos e Capa; Léo Gomes (Rodrigo Andrade), Gabriel Bispo e Andrigo (Nickson); Ruan Levine, Felipe Garcia (Ítalo) e Neto Baiano. Técnico: Cláudio Tencati.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui