Por ataque a ônibus, MP define suspensão da Bamor por seis meses dos estádios

O Ministério Público da Bahia confirmou, na manhã desta quinta-feira (7), a suspensão de seis meses da torcida organizada Bamor dos estádios. Membros da organizada são suspeitos no ataque ao ônibus do Bahia, em fevereiro deste ano.

Com a suspensão, solicitada pelo Batalhão Especializado de Policiamento em Eventos (Bepe) da Polícia Militar, a Bamor não vai poder acompanhar a estreia do Bahia na Série B do Campeonato Brasileiro nesta sexta-feira (7). O Tricolor recebe o Cruzeiro na Arena Fonte Nova.

A Bamor chegou a informar em março que afastou os torcedores suspeitos de envolvimento no ataque. Os suspeitos respondem por tentativa de homicídio.