Portas Abertas divulga lista dos 50 piores países para seguir a Jesus Cristo

-
Imagem: Reprodução

A edição 2020 da Lista Mundial da Perseguição (LMP) produzida pela Missão Portas Abertas foi divulgada, elencando os 50 países onde os cristãos são mais perseguidos por causa da fé em Jesus.

O relatório é fruto de um trabalho de pesquisa junto a cristãos em mais de 60 países ao redor do mundo, entre 01 de novembro de 2018 e 31 de outubro de 2019. A Portas Abertas vem desenvolvendo esse trabalho anualmente desde 1993, com metodologia própria. Entretanto, de acordo com a entidade, o mesmo monitoramento ocorre desde a década de 1970.

O cenário apresentado pela organização missionária é preocupante, já que em 46% dos países onde há perseguição religiosa contra cristãos, houve uma intensificação das hostilidades. Entre os países que registraram piora, estão Arábia Saudita, China, Marrocos e Bangladesh.

“Em 22% das nações, como Sudão, Jordânia e Indonésia, o nível de intolerância caiu. Outros 24% equivaleram aos que não tiveram alteração significativa na pontuação em relação à LMP 2019, como Coreia do Norte, Síria, Egito e Quênia. Os 8% restantes abrangeram os novos integrantes do relatório, como Burkina Faso, Camarões e Níger”, destaca o relatório da Portas Abertas.

O documento acrescenta que a Ásia se solidificou como o continente com “mais países na Lista Mundial da Perseguição”, somando 30 ao todo. “A África ficou em segundo lugar, com 19, e a América Latina em terceiro, com apenas a Colômbia”, enfatiza.

Para a formulação do ranking de perseguição religiosa, a organização criou um sistema de pontos que vai de 0 a 100, e atribuiu a cada país uma nota a partir da “análise de diferentes esferas da vida (vida privada, família, comunidade, nação e igreja) e também da violência experimentada” relatada pelos fiéis nesses locais.

Uma novidade da LMP 2020 é a divulgação de um e-book gratuito com as informações detalhadas sobre a perseguição religiosa ao redor do mundo. Nele, há destaque para os países que protagonizam a chamada “perseguição extrema”, em que a hostilidade aos aspectos da vida privada, família, comunidade, nação e igreja superam os referenciais dos demais países onde há opressão aos cristãos.

“A Coreia do Norte, primeira na LMP desde 2002, manteve a mesma pontuação do ano passado, 94 pontos, sendo 16,7 (máximo por esfera) nas cinco esferas de pressão e 10,9 em violência. Apesar de aparente abertura e negociação com potências como Estados Unidos, não houve melhoria para os cristãos do país. O nível de violência contra os seguidores de Jesus ainda é extremo. Eles são punidos com prisão, obrigados a trabalhar em campos de trabalho forçado e até assassinados”, resume a entidade, descrevendo a situação no pior país do mundo para um cristão viver.

ASSISTA AO VÍDEO ABAIXO:

Confira a lista completa:

01 – Coreia do Norte
02 – Afeganistão
03 – Somália
04 – Líbia
05 – Paquistão
06 – Eritreia
07 – Sudão
08 – Iêmen
09 – Irã
10 – Índia
11 – Síria
12 – Nigéria
13 – Arábia Saudita
14 – Maldivas
15 – Iraque
16 – Egito
17 – Argélia
18 – Uzbequistão
19 – Mianmar
20 – Laos
21 – Vietnã
22 – Turcomenistão
23 – China
24 – Mauritânia
25 – República Centro-Africana
26 – Marrocos
27 – Catar
28 – Burkina Faso
29 – Mali
30 – Sri Lanka
31 – Tajiquistão
32 – Nepal
33 – Jordânia
34 – Tunísia
35 – Cazaquistão
36 – Turquia
37 – Brunei
38 – Bangladesh
39 – Etiópia
40 – Malásia
41 – Colômbia
42 – Omã
43 – Kuwait
44 – Quênia
45 – Butão
46 – Rússia
47 – Emirados Árabes Unidos
48 – Camarões
49 – Indonésia
50 – Níger

por Tiago Chagas / Gospel +

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui