Raquel Dodge dá parecer favorável à criação de 10 vagas de desembargadores no TJ-BA

0
114
-
Foto: Reprodução / Brasil 247

A procuradora-geral da república Raquel Dodge deu um parecer favorável pela nomeação de dez desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). O pedido foi feito pelo Estado da Bahia  contra a decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que determinou a suspensão do provimento das vagas, que foram criadas em julho de 2018. 

O pedido de suspensão foi feito pela Ordem dos Advogados da Bahia (OAB – BA), que afirmava que o provimento das vagas não condiz com as necessidades da justiça baiana, que é de fortalecimento do primeiro grau, como nomeação de mais juízes e servidores, pois, no entendimento, o segundo grau de justiça da Bahia não precisa de mais desembargadores. O pedido do Estado da Bahia foi feito no Supremo Tribunal Federal (STF) através de mandado de segurança. 

- Anúncio -

O argumento de Raquel Doge é que o CNJ não poderia suspender a criação das vagas, feitas através de lei, em um procedimento de controle administrativo. Segundo a mesma, desta forma, o CNJ feriu a autonomia do TJ-BA. No pedido, o Estado da Bahia via Procuradoria Geral do Estado, alegou que houve “verdadeiro controle abstrato de constitucionalidade”. (Bahia Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui