Reclamações a Anatel contra prestadoras de internet fixa aumentaram em 2019

-
Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou nesta segunda-feira (10), os dados dos principais serviços de telecomunicações do País. Entre eles, o número de reclamações contra as prestadoras que oferecem serviços de internet fixa e móvel, celular pré-pago e pós pago, telefonia fixa e TV por assinatura.

Evolução anual do volume de reclamações e do Índice de Reclamações (IR) médio (2015-2019 (Crédito:Reprodução Anatel)

Os dados apresentados englobam os últimos cinco anos e consideram as principais operadoras do País. Somente em 2019, a Anatel recebeu quase 3 milhões de reclamações, um aumento de 1,28% em relação a 2018. Dos serviços analisados, o de internet fixa atingiu um salto significativo.

Foram 80 mil reclamações a mais que 2018, um total de 580, 7 mil demandas. Caso continue assim, o serviço de banda larga fixa pode chegar a ser o segundo mais reclamado, perdendo apenas para o de celular pós-pago.

Este último continua liderando o ranking em relação a quantidade. Em 2019, a Anatel registrou mais de 1 milhão de reclamações. Entretanto, quando se refere ao índice, o indicador é o segundo melhor perdendo apenas para o de telefonia fixa.

Entre os setores positivos se destaca o de celular pré-pago, no qual houve uma diminuição de 5,75% na quantidade e de 0,03% no índice de reclamações. O motivo da queda no índice também foi reforçado pela redução do número de consumidores deste serviço. (Isto é)

Volume e Índice de Reclamações (IR) por serviço (2015-2019) (Crédito:Reprodução Anatel)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui