Rui diz que continua indignado com comentários de Bolsonaro e pede reflexão

Fotos: divulgação/GOVBA | Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O governador Rui Costa (PT) afirmou que continua ficando indignado com as declarações dadas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Durante início da Campanha de Vacinação contra o novo coronavírus nesta terça-feira (19), ele afirmou que não consegue ignorar os posicionamentos do militar reformado frente à pandemia e a imunização dos brasileiros.

“Eu só não consigo deixar de me indignar. Tem gente que diz: ‘ah, não me causa mais sentimento nenhum’, a mim me causa. Porque no dia que eu deixar de sentir indignação pelas declarações dele, eu acho que eu perdi minha humanidade”, afirmou.

Para o petista, com o início da vacinação, Bolsonaro deveria fazer uma reflexão sobre as declarações dadas em relação à doença e às medidas de segurança para evitar os avanços dos casos.

“Para quem estava tentando impedir que a vacina chegasse no Brasil e passada a chegada da vacina ele tenta desesperadamente se apropriar indevidamente da vacina acho que isso é um absurdo. Deveria pelo menos ser um momento de reflexão e dizer ‘olha, realmente faço uma avaliação, errei e quero daqui para frente ajudar’. Seria um bom começo”, disse Rui Costa.

Na segunda (18), o presidente afirmou que as vacinas que serão aplicadas no Brasil pertencem ao país e não a governadores. A declaração foi dada em referência ao imunizante CoronaVac, produzido pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. A compra da vacina foi acertada pelo governo de São Paulo antes de ser comprada pelo Ministério da Saúde.

Antes disso, Bolsonaro já havia se referido à CoronaVac como “vacina de Doria” e a “vacina chinesa de Doria”. (bahia.ba)