Sobre quem vazou os áudios de Dr. Christian, delegado de SAJ avisa que será uma questão de honra descobrir o autor desta ação

-
Dr. Adilson Bezerra, coordenador substituto da 4ª Coorpin de SAJ / Foto: Voz da Bahia

Nesta quinta-feira (04/06) o delegado e coordenador substituto da 4ª Coorpin (Coordenadoria de Polícia do Interior) de Santo Antônio de Jesus, Dr. Adilson Bezerra, esteve no programa Meio-Dia e Meia, na Live do Voz da Bahia e esclareceu alguns pontos da investigação voltado aos áudios vazados no último domingo (31/05) através do WhatsApp contendo denúncias contra alguns políticos da cidade. Só recapitulando: em uma entrevista a uma emissora de rádio, o vereador Délcio Mascarenhas (PSB) revelou que o caso já estava nas mãos da Polícia e a mesma já estava tomado as medidas cabíveis (relembre aqui).

Questionado pelo Voz da Bahia sobre este B.O (Boletim de Ocorrência), Dr Adilson confirmou o comparecimento do vereador até a delegacia para o registro, “não só o senhor Délcio Mascarenhas, mas dois outros funcionários da Prefeitura do município estiveram na delegacia para fazer esse registro, mas por motivos diferentes, ou seja, o contexto é o mesmo; uma possível Fake News (notícias falsas) espalhadas pela cidade que trouxe um desgaste muito grande para a imagem de algumas pessoas e até alguns órgãos públicos”, expôs.

O delegado ainda explica que se tratava de um áudio privado entre duas pessoas, “a pessoa que fez o áudio, o nosso querido pré-candidato a prefeito Dr. Christian Ferraz, e o seu interlocutor, a princípio só no âmbito dessas duas pessoas. Ocorre que houve vazamento, e esse vazamento a princípio sugeriu ter sido através de hacker ao qual teria entrado no celular do Christian, ou que o próprio Dr Christian tivesse passado para uma terceira pessoa e essa terceira pessoa, aí sim, tivesse feito essa divulgação e já com a montagem para dar uma repercussão maior. A primeira, ou a segunda situação, já estão sendo investigadas pela Polícia Civil”, relatou.

Dr. Adilson ainda revela que esses casos costumam demorar um pouco devido a precisão de uma prova técnica, “Dr. Cristian já foi intimado para prestar depoimento e talvez até, seja necessário que o celular dele seja recolhido para essa perícia técnica e assim podemos ter uma maior convicção do que efetivamente aconteceu, mas nós já temos um direcionamento que nesse momento eu não posso aqui falar porque ainda se trata de investigação sigilosa nessa primeira fase, mas logo em breve, eu poderei dar essa informação com segurança e com certeza do que efetivamente aconteceu, porque realmente trouxe graves danos à imagem de algumas pessoas, então para gente é uma questão de honra chegar a uma conclusão desse procedimento”, explanou.

O delegado reforça ainda que não pode confirmar se o áudio foi vazado através de um hacker, ou por uma terceira pessoa, “a princípio esse crime poderia ser investigado pela Delegacia de Crimes Cibernéticos, mas só temos uma em Salvador e como esse caso aconteceu em Santo Antônio de Jesus, faremos as oitivas de todas as pessoas envolvidas aqui em Santo Antônio de Jesus, faremos os pedidos judiciais necessários, contudo, a questão técnica, a questão de informática, nós teremos o apoio da delegacia especializada em crimes cibernéticos que fica em Salvador”, explica.

O delegado pontua também que não é difícil chegar no autor do crime, porém, é preciso uma perícia técnica para ter uma certeza.

ASSISTA A ENTREVISTA COMPLETA ABAIXO:

Reportagem: Voz da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui