Últimas Notícias sobre Covaxin

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a autorização de importação da Covaxin, vacina indiana contra a Covid-19 que está no centro das investigações da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia. A decisão cautelar aprovada por unanimidade determina que seja suspensa até novas informações comprovem a “segurança jurídica e técnica da manutenção da deliberação que autorizou a importação”.

Foto: Reprodução / Marcelo Camargo / Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), determinou a suspensão dos testes clínicos da vacina Covaxin no Brasil após o rompimento do acordo firmado pela fabricante indiada Bharat Biotech Limited International com a Precisa Medicamentos.

Foto: Divulgação

A Polícia Federal abriu inquérito para investigar se o presidente Jair Bolsonaro cometeu crime de prevaricação por supostamente não ter comunicado aos órgãos de investigação indícios de corrupção nas negociações para compra da vacina indiana Covaxin pelo Ministério da Saúde.

Foto: Felipe Sampaio/STF

A ministra do STF (Supremo Tribunal Federal), Rosa Weber, determinou abertura de inquérito contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para investigar se ele cometeu crime de prevaricação ao ignorar denúncias de irregularidades sobre negociações para compra da vacina indiana Covaxin.

Foto: Divulgação

A Polícia Federal abriu inquérito, nesta quarta-feira (30), para apurar suspeitas de irregularidades envolvendo a compra da vacina indiana Covaxin pelo Ministério da Saúde. O inquérito tramitará no Serviço de Inquéritos (Sinq), unidade da PF que investiga políticos com foro privilegiado.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu, nesta terça-feira (29), um pedido de uso emergencial da vacina contra a Covid-19 Covaxin. A solicitação foi feita pela empresa Precisa Comercialização de Medicamentos.

Foto: Marcos Oliveira/ Agência Senado

O blog da jornalista Malu Gaspar, no O Globo, relatou, neste sábado (26), que os senadores estão cogitando a hipótese de prorrogar a CPI da Covid. A movimentação dos políticos teria começado após o depoimento dos irmãos Miranda sobre as suspeitas de corrupção no contrato da Covaxin.

Foto: Reprodução / Agência Brasil

O processo de negociação da vacina Covaxin no Ministério da Saúde só foi enviado à Diretoria de Integridade (Dinteg) da pasta nessa sexta-feira (25), poucas horas antes de os irmãos Miranda denunciarem irregularidades à CPI da Covid sobre o caso. Jair Bolsonaro havia sido informado em março de supostas irregularidades pelo deputado Luis Miranda e o servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda.

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi protagonista de um novo ataque à imprensa na manhã desta sexta-feira (25). Uma transmissão do canal CNN mostra o líder nacional gritando e interrompendo uma jornalista ao ser questionado sobre irregularidades envolvendo as negociações para importação da vacina contra a Covid-19 Covaxin, produzida na Índia.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Um dia após a CPI da Covid aprovar requerimento para investigar a compra da vacina indiana Covaxin, o presidente Jair Bolsonaro repetiu nesta quinta-feira (24) no Rio Grande do Norte que não há suspeitas de corrupção em seu governo.

Close