Últimas Notícias sobre Henry

Foto: Reprodução

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin negou, nesta quarta-feira (24), o pedido de liberdade para Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel. A defesa alegou que a prisão seria ilegal já que não houve uma audiência de custódia para converter a temporária em preventiva.

Foto: Reprodução/Twitter

A defesa de Jairinho divulgou nesta terça-feira (26) um vídeo em que ele aparece fazendo respiração boca a boca no menino Henry Borel. As imagens, obtidas através da câmera de segurança do elevador, foram registradas na madrugada do dia 8 de março, quando a criança morreu.

Reprodução/Record TV

A professora Monique Medeiros, 33 anos, presa na última quinta-feira (8), suspeita de envolvimento na morte do filho Henry Borel, 4, foi encaminhada ao Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. Por questões de protocolos sanitários da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), Medeiros ficará 14 dias isolada de outras presas devido à pandemia da Covid-19.

O Conselho de Ética da Câmara Municipal do Rio decidiu, em reunião na tarde desta quinta-feira (8), afastar o vereador Dr. Jairinho (sem partido) do cargo que ocupava na comissão e vai solicitar à Justiça acesso aos autos da investigação que resultou na prisão temporária do vereador hoje de manhã, para analisar as denúncias que poderão embasar um pedido de cassação do mandato do parlamentar por quebra de decoro.

“Esta infeliz matou meu filho. Meu filhinho deve ter sofrido muito”.
Essas foram as palavras do engenheiro Leniel Borel de Almeida, logo após a prisão a ex-mulher, Monique Medeiros, e do namorado dela, o vereador Dr. Jairinho.

Foto: Reprodução

A Polícia Civil do RJ prendeu nesta quinta-feira (8), pela morte do menino Henry Borel, o vereador carioca Dr. Jairinho (Solidariedade), padrasto da criança, e Monique Medeiros, mãe do garoto.

Close