Últimas Notícias sobre Moro

Foto: Divulgação / Presidência da República

O pastor Silas Malafaia, aliado do presidente Bolsonaro (PL) afirmou que os pré-candidatos à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PDT) e Sergio Moro (Podemos) “vão quebrar a cara com os evangélicos”. A declaração foi dada em entrevista aos Metrópoles.

Foto: Jamile Amine/bahia.ba

O pré-candidato ao Governo da Bahia, o senador Jaques Wagner (PT), avaliou o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro (Podemos), como o “melhor adversário” para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em um eventual segundo turno das eleições deste ano. Em contato com o Jornal O GLOBO, o petista afirmou que o ex-juiz “não entende muito” de política e não tem um exército de adeptos como o atual presidente Jair Bolsonaro (PL).

Foto: Divulgação / PR

Hoje adversário político do presidente Jair Bolsonaro (PL), o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) cobrou na noite de sexta-feira (28) que chefe do Palácio do Planalto explique as acusações de rachadinha na compra de uma mansão do filho, Flávio.

Foto: Alex Silva/Estadão/Arquivo

O ex-juiz Sergio Moro, pré-candidato à Presidência pelo Podemos, afirmou que vai divulgar nesta sexta-feira (28) o quanto recebeu por atuar em uma consultoria privada nos Estados Unidos.

Foto: Reprodução/Facebook

Durante uma entrevista ao apresentador Datena, na TV Bandeirantes, nesta segunda-feira (24), Ciro Gomes (PDT) voltou a atacar o ex-Ministro da Justiça Sergio Moro (Podemos). Após dizer que seria “mais fácil desfritar um ovo” do que o ex-juiz “conseguir provar que não comeu grana”, o pedetista cobrou transparência por parte de Moro no processo que investiga se houve conflito de interesses no contrato entre ele e a empresa Alvarez & Marsal.

| Foto: Marcos Oliveira, Marcos Brandão, Jane de Araújo e Geraldo Magela/Agência Senado

Além de programas de governo, promessas e experiência na vida pública, um fator que pode ser relevante para a escolha do eleitor neste ano é a personalidade dos candidatos. Quais são suas qualidades e defeitos pessoais? Ou, num vocabulário clássico da filosofia, suas virtudes e vícios?

Fotos: José Cruz-Agência Brasil/Ricardo Stuckert-PT/edição bahia.ba

As redes sociais do pré-candidato à Presidência da República pelo Podemos, Sergio Moro, tiveram o maior engajamento dos últimos 30 dias quando o ex-juiz rebateu uma ofensa do ex-presidente Lula na quarta-feira (19). Depois de ser chamado de “canalha” pelo ex-presidente (reveja aqui), Moro escreveu: “Canalha é quem roubou o povo brasileiro durante anos”. A informação é da coluna de Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

Pré-candidato à Presidência, o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) disse, em entrevista à revista Veja, que eleger o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ou o presidente Jair Bolsonaro (PL) no pleito deste ano é “suicídio”

Moro afirma que sofreu 'sabotagem' na pasta da Justiça Foto: Antonio Molina / Estadão

Pré-candidato do Podemos à Presidência, o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sérgio Moro afirmou que deixou o governo Bolsonaro para não ser “cúmplice de coisa errada” e que passou a sofrer “sabotagem”. A declaração foi dada nesta quarta-feira, 29, em entrevista à rádio Capital FM, de Mato Grosso.

Sérgio Moro - Foto: Reprodução/Redes Sociais

A filiação de Sérgio Moro ao Podemos e o lançamento de sua pré-candidatura à Presidência agitaram as redes sociais do ex-juiz e o consolidaram na terceira colocação no ranking dos presidenciáveis mais populares na internet. Levantamento da consultoria BITES mostra que o último mês foi de inflexão especialmente no Instagram.

Close