Últimas Notícias sobre superávit

O superávit da balança comercial encolheu em junho por causa do encarecimento do preço de vários itens importados, especialmente fertilizantes e petróleo. No mês passado, o país exportou US$ 8,814 bilhões a mais do que importou, queda de 15,4% em relação ao registrado em junho do ano passado. Apesar do recuo, esse é o segundo melhor resultado para o mês desde o início da série histórica, em 1989, só perdendo para junho de 2021.

O Ministério da Economia informou nesta segunda-feira (13) que a balança comercial brasileira registrou superávit mais baixo para o mês de maio deste 2019, a US$ 4,9 bilhões. As informações são da Agência Brasil.

O Ministério da Economia informou nesta segunda-feira (13) que a balança comercial brasileira registrou superávit mais baixo para o mês de maio deste 2019, a US$ 4,9 bilhões. As informações são da Agência Brasil.

Foto: Palácio do Planalto

A balança comercial do agronegócio brasileiro apresentou superávit de US$ 43,7 bilhões no acumulado do ano, até abril, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O setor foi o responsável por puxar o saldo positivo da balança comercial brasileira, que apresentou um superávit de mais de US$ 20,2 bilhões no acumulado do ano, também até abril de 2022.

Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

Beneficiada pela aceleração do preço das commodities (bens primários com cotação internacional), a balança comercial encerrou 2021 com recorde. No ano passado, o Brasil exportou US$ 61,01 bilhões a mais do que importou, o melhor resultado da série histórica iniciada em 1989.

Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

A alta no preço das commodities (bens primários com cotação internacional) e a recuperação da demanda externa em diversas partes do mundo, principalmente na Ásia, fizeram o Ministério da Economia elevar de US$ 89,4 bilhões para US$ 105,3 bilhões a projeção de superávit comercial (exportações menos importações) em 2021. Caso a previsão se confirme, o saldo será o maior desde o início da série histórica, em 1989.

Foto: Reprodução/Globo News

Por causa de uma queda mais acentuada nas exportações, a balança comercial brasileira fechou o ano passado com superávit de US$ 46,7 bilhões. Esse é o pior resultado desde 2015, quando o saldo foi de US$ 19,5 bilhões.

Foto: Reprodução / Agência Brasil

O Brasil apresentou superávit comercial de US$ 2,246 bilhões, em setembro, o menor resultado para o mês desde 2014, informou hoje (1º) a Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia. O resultado do mês passado foi 59,9% inferior, pela média diária, ao alcançado em igual período de 2018 (US$ 5,071 bilhões).

Jair Bolsonaro, com ministro da Economia, Paulo Guedes: "Não é maldade da minha parte. Não tem dinheiro, só isso" (Isac Nóbrega / Presidência da República/Getty Images)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que o governo não tem mais dinheiro e seus ministros estão fazendo “milagres” para tentar sobreviver a este ano.

Fotos: Tiago Caldas / Bahia Noticias

Se a Arena Fonte Nova teve um balanço positivo de R$ 7.141.616,50 durante as cinco partidas da Copa América, isso não significa que toda esta quantia fique para a administração do estádio. Segundo borderô disponibilizado pela Conmebol em seu site oficial, a praça esportiva recebeu R$ 1,25 milhão de taxa de aluguel da organização do evento, o que representa cerca de 18% do valor. A taxa equivale a R$ 250 mil por jogo, de acordo com a documentação oficial divulgada. Este foi o menor valor cobrado entre os estádios para receber as partidas da competição continental, junto à Arena do Grêmio.

Close