TCM rejeita contas de 2018 da prefeitura de Cotegipe

-
Márcia Sá Teles, prefeita de Cotegipe (Foto: Reprodução / Infor TV)

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou, na sessão desta terça-feira (18), as contas da prefeitura de Cotegipe, da responsabilidade da prefeita Márcia da Silva Sá Teles (PP), relativas ao exercício de 2018.

O relator do parecer, conselheiro substituto Antônio Emanuel de Souza, multou a gestora em R$ 3,5 mil, em razão das irregularidades apontadas no relatório técnico.

Também foi determinada uma segunda multa, no valor de R$ 36 mil, equivalente a 30% dos subsídios anuais da prefeita, devido a extrapolação do limite para despesa total com pessoal. De acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), as prefeituras podem investir até 54% da receita corrente líquida em gastos com pessoal. Todavia, no caso de Cotegipe, foram investidos 58,17%.

O município apresentou uma receita arrecadada no montante de R$ 39.254.500,37 e realizou despesas no valor total de R$ 36.449.990,67, resultando em superávit orçamentário na ordem de R$ 2.808.509,70.

Foram cumpridas todas as obrigações constitucionais e legais, vez que foram investidos 30,12% dos recursos provenientes de transferências na manutenção e desenvolvimento do ensino; 17,06% nas ações e serviços públicos de saúde; e 73,19% dos recursos do Fundeb no pagamento da remuneração dos profissionais do magistério.

Cabe recurso da decisão. (Bahia Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui