Veterinário alerta para vacinação contra leishmaniose antes do verão

Foto : Divulgação/ Vida Animal

O médico veterinário Augusto Angelim, diretor da clínica Vida Animal, fez um alerta, em entrevista à Rádio Metrópole hoje (23), sobre a importância de vacinação de cães contra a leishmaniose. Ele afirma que, apesar de a doença não ter cura, é possível controlar para que animais e humanos não sejam infectados. As pessoas com a doença podem ter sintomas como aumento do baço do fígado e dilatamento do abdômen. 

“Temos que preparar os nossos animais para o verão. A época de preparação é agora. É imprescindível que todos sejam vacinados, começando agora, por setembro, outubro e novembro, para que os animais cheguem no verão com imunização efetiva”, alerta o veterinário.

Ele explica que a doença é causada por um protozoário transmitido por meio de um inseto. “As pessoas falam às vezes que ele é parecido com uma mosquinha. Tem metade do tamanho de um Aedes Aegypti. Esse inseto pica os animais, assim como pode picar os seres humanos, e transmite esse protozoário e causa a doença conhecida como calazar”, informa. 

A clínica Vida Animal está em campanha de vacinação contra a leishmaniose. Interessados podem ligar para (71) 3248-4644. 

(Metro1)