Guedes reconhece perda de apoio de Bolsonaro à agenda liberal: ‘Luto dez vezes mais’

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confessou em entrevista ao jornal O Globo que o apoio do presidente Jair Bolsonaro à agenda liberal do governo tem caído exponencialmente.

Guedes diz que costuma medir o endosso de Bolsonaro a essa pauta econômica. Segundo ele, o índice era de 100% em 2018, passando para 99% após a vitória. No entanto, atualmente atingiu o percentual de 65%, com patamares menores em momentos mais críticos.

Guedes lamenta que tenha menos aderência dentro do governo do que imaginaria que tivesse. “Estou tendo que lutar dez vezes mais do que eu pensei que fosse lutar”, afirmou.

Apesar disso, o ministro da Economia confessou que não pensa em desistir e garantiu que não ficará só na defensiva. “Eu tenho um senso de responsabilidade muito grande”, disse, ao revelar que vai partir para o ataque junto com a equipe, colocando em prática medidas para reduzir o desemprego e a pobreza.

O ministro também comentou o fato de ter entrado na mira de senadores oposicionistas da CPI da Covid-19. Para ele, a comissão parlamentar de inquérito faz parte do jogo democrático, mas pode atrapalhar o andamento das reformas no Congresso. (BN)