Renda familiar per capita em casas baianas é menor que salário minimo; entenda

-
Foto: divulgação

Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE) revelou que a renda per capita domiciliar na Bahia é menor que o salário mínimo. Isso significa que, em uma casa onde more uma família, a média de dinheiro para cada pessoa é menor que R$ 1.045.

Os dados foram obtidos pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC). A renda mensal de uma casa baiana dividida pelo número de habitantes foi de R$ 913 em 2019. O valor é maior que o ano anterior, quando a Bahia teve média de R$ 841.

Em ordem crescente, a pior média ficou com o Maranhão (com R$ 630 por pessoa), seguido de Sergipe (com R$ 730), Amapá (R$ 807); Piaui (R$ 827), Amazonas (R$ 842), Amapá (R$ 880), Amazonas (R$ 890) e Bahia.

Por outro lado, os cinco estados com maior renda domiciliar per capita são:  Brasilia (R$ 2.686), São Paulo (R$ 1.946), Rio Grande do Sul (R$ 1.843), Rio de Janeiro (R$ 1.882) e Santa Catarina (R$ 1.769).

O único estado do Nordeste que provou ter renda maior que o salário mínimo foi o Rio Grande do Norte, cuja renda é de aproximadamente R$ 1.057 por pessoa. Nas regiões Sul e Sudoeste, o menor valor foi alcançado por Goiás, com R$ 1.306. (Aratu)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui