Últimas Notícias sobre Henry Borel

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou que Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, volte à prisão.

Dr. Jairinho e Monique Medeiros, em fotos feitas no ingresso do casal no sistema penitenciário — Foto: Reprodução

O Ministério Público do Rio de Janeiro recorreu hoje, (8), contra a decisão da Justiça que determinou o relaxamento da prisão preventiva de Monique Medeiros, denunciada como uma das responsáveis pela morte do filho, Henry Borel, então com 4 anos de idade, no dia 8 de março de 2021.

A defesa de Monique Medeiros, mãe do garoto Henry Borel, espancado e assassinado em março de 2020 pelo padrasto, no Rio de Janeiro, pediu nesta sexta-feira (14) a conversão da sua prisão preventiva em domiciliar.

Foto: Reprodução / Veja

Os desembargadores da 7ª Câmara Criminal, por unanimidade, decidiram manter o vereador cassado e médico Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, na cadeia. Ele e a ex-parceira, Monique Medeiros, são acusados da morte do menino Henry Borel, em 8 de março.

O laudo da reconstituição da morte do menino Henry Borel, de quatro anos, descartou “a possibilidade de um acidente doméstico (queda)”. Foram identificadas 23 lesões no corpo da criança “características condizentes com aquelas produzidas mediante ação violenta (homicídio)”.

Close