Últimas Notícias sobre Rio de Janeiro

Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil / Estadão Conteúdo

RIO – O governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, provocou polêmica ao sugerir que traficantes armados que atuam em comunidades cariocas poderiam ser explodidos com um míssil.

Crédito da Foto: Folha de S Paulo

Três manifestantes foram atropelados por volta das 7h desta sexta-feira (14/6) em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, enquanto protestavam contra a reforma da Previdência e cortes na educação.

Imagem ilustrativa: Pixabay

Uma grávida de 17 anos foi estuprada e enterrada vida na cidade de Rio das Ostras, interior do Rio de Janeiro. De acordo com o UOL, a jovem estava desmaiada, mas conseguiu acordar e sair da areia.

Foto de Márcia Foletto / Agência O Globo Foto: Márcia Foletto / Sociedade

Aos 5 anos, Bruna (nome fictício) disse para a mãe que era menina, e não menino, como seu corpo havia nascido. A frase surgiu num momento em família, quando Bruna estava com seu irmão mais novo e a mãe e ficou paralisada na frente de uma boneca da personagem Moranguinho.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

O gerente de um hotel na cidade de Porto Seguro, no sul da Bahia, foi preso sob suspeita de ter matado um casal no município de Nova Iguaçu (RJ).

Foto: Lucas Figueiredo / CBF

A Polícia Civil do Rio de Janeiro aceitou adiar o depoimento de Neymar sobre a divulgação de imagens íntimas da mulher que o acusa de estupro. Inicialmente, o atleta havia sido intimado a depor na sexta-feira (7). Ainda não há data definida para o depoimento. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) já tinha solicitado à polícia que o depoimento fosse adiado. Isso porque na sexta o jogador estará com a seleção brasileira em Porto Alegre, onde a equipe disputa um amistoso, no domingo (9). Questionada pela reportagem, a CBF também diz não saber a nova data para que o jogador deponha sobre o vídeo em que expôs a conversa e as imagens da suposta vítima

Foto: Reprodução / Redes Sociais

O policial militar Rodrigo Jorge Ferreira admitiu ter mentido ao incriminar o miliciano Orlando Curicica como um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco. Ferreirinha, como é conhecido, é alvo de mandado de prisão em uma operação do Ministério Público do Rio nesta sexta-feira (31).

Os investigadores que seguem os trabalhos da força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro antecipam que a operação deflagrada ontem (28) contra dois ex-gerentes do Bradesco é apenas o início de uma longa investigação. A informação é da coluna Painel, da Folha.

Foto: Reprodução / Bahia no Ar

A fim de monitorar os índices de violência, pesquisadores de cinco estados brasileiros se reuniram para criar a Rede de Observatórios da Segurança. O projeto, que visa ser uma fonte alternativa ao governo, vai acompanhar os registros de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará e Bahia.

Foto: Reprodução / TV Globo

A sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro Flávia Louzada pode ser presa até a próxima sexta-feira (31) por chamar o ex-governador Luiz Fernando Pezão, preso acusado por receber propina, de “incompetente” e “corrupto”.

Close