Após Rui chamar deputados baianos de “traíras”, Cacá Leão rebate governador: “coronelismo já acabou na Bahia”

Créditos da foto: Luís Macedo/Câmara dos Deputados

Após o governador da Bahia, Rui Costa (PT), classificar como “traíras” os deputados baianos que votaram a favor da PEC dos Precatórios, Cacá Leão (PP) foi ao Twitter na última quinta-feira (4/11) para rebater o petista.

Cacá reiterou o que disse o senador Otto Alencar (PSD) e garantiu que Rui sabia da posição de deputados do PP e PSD de votarem a favor da proposta do governo Bolsonaro.

Rui teria participado, junto com Otto, de articulações junto ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), o ministro da Economia, Paulo Guedes, e os governadores de Ceará (Camilo Santana) e Pernambuco (Paulo Câmara). O gestor baiano teria avalizado o pagamento das dívidas da União à Bahia até 2024.

“O parcelamento dos recursos do Fundef em 3 parcelas foi uma conquista da bancada coordenada pelo senador Otto e avalizada pelo governador. O tempo do chicote e do coronelismo já acabou na Bahia faz tempo e não será reeditado por ninguém. Somos aliados fiéis, mas não somos capachos e exigimos respeito”, reclamou.

Em nota, deputados da bancada do PT reagiram aos votos. Jorge Solla disse que os parlamentares aliados que votaram a favor “venderam o voto”.

“Utilizando politicamente a fome de brasileiros para dar um calote em muita gente”, protestou Joseildo Ramos. Com o texto-base aprovado na última quinta, deputados ainda votarão novamente a proposta, desta vez em segundo turno. Caso aprovado, o texto ainda passará por dupla tramitação no Senado. (Aratu Online)