Manuela D’Ávila entrega celular à PF e depõe sobre hacker que invadiu aplicativo de Moro

0
107
-
A ex-deputada Manuela d'Ávila (PCdoB-RS) negou irregularidades no contato com o hacker Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

A ex-deputada Manuela D’Ávila (PCdoB) entregou seu celular à Polícia Federal, que também tomou seu depoimento a respeito do seu contato com o hacker Walter Delgatti Neto, responsável pelas invasões do aplicativo Telegram do ex-juiz Sérgio Moro e de integrantes da Operação Lava Jato.

Segundo a Agência O Globo, A ex-parlamentar negou irregularidades no contato com Neto. O depoimento de Manuela era uma das últimas ações necessárias para fechar a primeira parte do inquérito da PF na Operação Spoofing.

- Anúncio -

O hacker já havia admitido aos investigadores que foi ele que enviou o material dos celulares ao jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept. D’Ávila foi ouvida na condição de testemunha, portanto não há suspeita de prática de crimes por parte dela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui