Rui Costa fica de fora da lista de governadores convocados pela CPI da Covid; veja nomes

Foto: Divulgação

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid aprovou nesta quarta-feira (26/5) requerimentos para convocar nove governadores para prestarem depoimentos sobre possíveis irregularidades no uso de recursos repassados pelo Governo Federal. Na lista de convocações, não consta o nome de Rui Costa (PT).

Além dos governadores, a comissão reconvocou o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e o atual titular da pasta, Marcelo Queiroga. A data dos depoimentos ainda serão agendadas.

VEJA LISTA DOS GOVERNADORES 

  • Wilson Lima (PSC), governador do Amazonas
  • Helder Barbalho (MDB), governador do Pará
  • Ibaneis Rocha (MDB), governador do Distrito Federal
  • Mauro Carlesse (PSL), governador do Tocantins
  • Carlos Moisés (PSL), governador de Santa Catarina
  • Waldez Góes (PDT), governador do Amapá
  • Wellington Dias (PT), governador do Piauí
  • Marcos Rocha (PSL), governador de Rondônia
  • Antônio Denarium (PSL-RR), governador de Roraima

Além desses governadores, também foram chamados pela CPI o ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSL-RJ), e a vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Cristina Reinehr (PSL).

Já o nome de Cláudio Castro (PSC-RJ), atual governador do Rio, foi tirado da lista de convocados por acordo entre os parlamentares já que ele não estava à frente do estado durante as operações da Polícia Federal (PF) relacionadas à pandemia.

O retorno de Pazuello vem após a participação do general em ato público em favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no domingo (23), no Rio de Janeiro, e depois do depoimento, nesta terça-feira (25/5), da secretária do Ministério da Saúde Mayra Pinheiro, que contrariou o que Pazuello afirmou na semana passada sobre a crise provocada pela Covid-19 no Amazonas.

De acordo com Mayra, o ex-ministro da Saúde soube do desabastecimento de oxigênio em Manaus no dia 8 de janeiro. À CPI, Pazuello afirmou que foi informado apenas na noite do dia 10 de janeiro. (Aratu)