‘Soube que Nilo quer retornar para o PDT, mas as portas estão fechadas’, diz Félix Mendonça

De acordo com a coluna Alô Alô Política. Nilo teria procurado, em Brasília, dois influentes integrantes nacionais do PDT para sondar a possibilidade de retorno dele à sigla - Foto: Divulgação/Arquivo

Presidente do PDT na Bahia, o deputado federal Félix Mendonça Júnior declarou, em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia divulgada nesta sexta-feira (15), que “soube” do interesse do deputado federal Marcelo Nilo (PSB) de retornar ao seu partido.

Ao impresso, Félix, no entanto, fechou as portas para o ex-correligionário, com quem tem rusgas antigas. “Eu soube disto [que Nilo que voltar ao PDT]. Da minha parte, as portas estão fechadas com 12 chaves”, disse Félix, rindo, conforme publicou a Tribuna.

Doze é o número do PDT. De acordo com a coluna Alô Alô Política. Nilo teria procurado, em Brasília, dois influentes integrantes nacionais do PDT para sondar a possibilidade de retorno dele à sigla. Um deles teria sido o deputado federal André Figueiredo, líder do PDT na Câmara.

Nilo negou que tenha se articulado para retornar ao PDT. “Não sei onde tiraram isto”, afirmou. Nos bastidores, o comentário é de que o PSB, partido atual de Nilo, não conseguirá eleger dois deputados federais, por causa do fim das coligações partidárias.

Em virtude disso, a sigla quer priorizar a candidatura à reeleição da deputada federal Lídice da Mata, que é presidente do partido na Bahia. E, neste cenário, não havia chance de o deputado permanecer na legenda.

Nilo anunciou a saída do PDT em outubro de 2015 após embates com Félix. Na época, Nilo afirmou: “O PDT tomou outro rumo diferente daquele que imaginávamos e passou a ser um apêndice do prefeito ACM Neto na Bahia”.

Antes, reclamou da relação com Félix. “Não tenho mais condições de permanecer em um partido com o presidente que nem me cumprimenta”, declarou.