Últimas Notícias sobre Ivermectina

Secretário de Saúde de Santo Antônio de Jesus, Dr. Leonel Cafezeiro / Foto: Voz da Bahia

O Secretário de Saúde em Santo Antônio de Jesus, o médico Leonel Cafezeiro foi criticado por ter cometido um suposto crime: comprar ivermectina para combater a Covid, ao que se aponta, medicamento sem comprovação para o caso. “O uso de ivermectina não é recomendado para o tratamento ou prevenção da Covid-19″, alertou ainda a agência sanitária dos Estados Unidos, a FDA – sigla em inglês (veja a matéria completa). O assunto foi repelido nesta quinta-feira (11), pelo professor Roberto Badaró, em entrevista a Mário Kertész, na Metrópole FM.

Foto: Divulgação

O uso de ivermectina não é recomendado para o tratamento ou prevenção da Covid-19. O alerta foi feito nesta quarta-feira, pela agência sanitária dos Estados Unidos, a FDA – sigla em inglês.

Diretor médico do Hospital Incar de Santo Antônio de Jesus, Dr. Arthur Gonzáles / Foto: Voz da Bahia

Na noite desta última sexta-feira (06) o diretor e médico cardiologista do Hospital Incar, Dr. Artur Gonzáles em entrevista a Andaiá FM expôs sua opinião acerca da aquisição pela secretaria de saúde municipal de 60 mil Ivermectinas e 60 mil Azitromicinas no combate a Covid-19 em Santo Antônio de Jesus (reveja aqui). Dr. Artur acha ser uma atitude arriscada pela pasta da saúde.

Secretário de Saúde, Dr. Leonel Cafezeiro / Foto: Voz da Bahia

Nas redes sócias o médico e vereador, Dr. Gilvandro Couto, popular Dr. Gil, lançou uma campanha chamada Morte Zero em SAJ. O médico que desde o início da pandemia vem cuidado gratuitamente de pessoas infectadas, possui protocolos próprios que segundo ele é capaz de tirar as pessoas da linha de risco da doença e até evitar a morte. Diante desse novo pico do Covid-19, o edil lança essa nova campanha e afirma medicamentos “certos” podem evitar que o paciente chegue até o hospital. O secretário de saúde Dr. Leonel Cafezeiro com Dr. Gil confirma a compra de 60 mil comprimidos de Ivermectina e Azitromicina para Santo Antônio de Jesus.

Foto: Reprodução / redes sociais

Em mais de três décadas de trabalho como hepatologista, Raymundo Paraná havia atendido dois pacientes com lesões no fígado provocadas por Ivermectina, um vermífugo. Havia, até outubro do ano passado. Nos últimos cinco meses, recebeu no consultório, em Salvador, mais gente lesada pelo medicamento que em 35 anos. Nove pessoas o procuraram. Todas ingeriram doses excessivas do remédio – cinco delas com prescrição médica.

Foto: Divulgação

É de consenso entre médicos e autoridades de saúde que nenhum fármaco tem eficácia cientificamente comprovada no tratamento da COVID-19. Mas o assunto gera polêmica, já que outra parcela de profissionais de saúde vem receitando remédios no enfrentamento inicial da doença, e isso passa pela liberdade do médico.

Foto : Carolina Antunes/PR

A venda da hidroxicloroquina, remédio sem eficácia comprovada para o tratamento do coronavírus, passou de 963 mil em 2019 para 2 milhões de unidades em 2020, ou seja, aumentou mais do que o dobro. A ivermectina passou de 8 milhões para quase 54 milhões, então, mais do que quintuplicou. A informação foi obtida pelo portal G1 junto ao Conselho Federal de Farmácia (CFF).

Foto: Divulgação

A secretaria de Saúde de Juazeiro distribuiu para sua rede de postos de saúde 700 kits contendo ivermectina e azitromicina para o tratamento da Covid-19. De acordo com o Blog Waldiney Passos, unidades de saúde de pelo 13 bairros do município receberam as medicações.

Foto: Fotos Públicas

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) decidiu, por meio de sua Diretoria Colegiada, suspender a exigência de retenção de receita para os medicamentos Ivermectina e Nitazoxanida.

Foto: Divulgação

O diretor técnico do HRSAJ (Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus), Dr Antônio Carlos, esclareceu algumas dúvidas relacionadas ao combate do covid-19 na instituição de saúde.

Close