TCU divulga lista dos candidatos a vereador da BA que receberam auxílio emergencial e declararam patrimônio de R$ 300 mil; veja os nomes de SAJ

Foto: Reprodução

O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou na sexta-feira (6) uma lista com 610 nomes de candidatos a vereador, vice-prefeito ou prefeito nas eleições deste ano, na Bahia, que receberam auxílio emergencial e declararam patrimônio acima de R$ 300 mil. A lista com os nomes de todos os candidatos está disponível no site do TCU.

O TCU destacou ao G1/Bahia que o patrimônio declarado igual ou acima de R$ 300 mil é um indicativo de que os candidatos não se encaixavam nas regras para receber o benefício.

O despacho do ministro do TCU, Bruno Dantas, que é o relator da ação, diz que, no país, 10.724 mil candidatos aparecem na lista, que cruzou informações do INSS e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Além disso, foi constatado que 1.320 candidatos cujo patrimônio soma mais de R$ 1 milhão foram agraciados com o benefício.

Na Bahia, as cidades com maior quantidade de candidatos na lista divulgada pelo TCU são:

  • Salvador – 21 candidatos
  • Luís Eduardo Magalhães – 17 candidatos
  • Lauro de Freitas – 14 candidatos
  • Simões Filho – 12 candidatos
  • Feira de Santana – 11 candidatos
  • Porto Seguro – 11 candidatos

Em Santo Antônio de Jesus, os candidatos a vereador que declararam o patrimônio igual ou maior a R$ 300 mil reais e que segundo o TCU receberam auxílio emergencial, são eles:

  1. Murilo José Santos de Miranda,
  2. Valter de Souza Merces Filho,
  3. Ivan Muniz Ribeiro,
  4. Alexsandro de Jesus dos Santos,
  5. Luciano Barbosa dos Santos,
  6. Danilo Souza,
  7. Sheila Guimarães Araújo dos Santos,
  8. Emerson de Oliveira Almeida e
  9. Darcy de Jesus Souza

O TCU ainda informou que os resultados do cruzamento são apenas indícios de renda incompatível com o auxílio, já que há risco de erro de preenchimento pelo candidato, risco de fraudes estruturadas com dados de terceiros, entre outras possibilidades. O tribunal acrescenta que somente o Ministério da Cidadania poderá confirmar se o pagamento é indevido e somente o TSE poderá confirmar eventuais crimes eleitorais.

Veja aqui a lista do país, com a Bahia inclusa.

Informações: G1/BA