Lula chama ACM Neto de ‘grampinho’ ao dizer que governos do PT respeitavam prefeitos

-
Foto: Reprodução/Twitter

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chamou o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), de “grampinho” ao exaltar nesta quarta-feira (21) feitos dos governos do PT e afirmar que estados e cidades recebiam repasses federais independentemente dos partidos que o comandavam. A declaração foi dada em entrevista à rádio Metrópole.

O apelido — “grampinho”— faz alusão a interceptações telefônicas ilegais realizadas na Bahia quando o senador Antonio Carlos Magalhaes (ACM), morto em 2007, comandava politicamente o estado. Como é neto do falecido político e essas escutas são chamadas de “grampos”, o chefe do Executivo soteropolitano herdou o epíteto.

“Você poderia fazer uma pesquisa em Salvador, poderia fazer uma pesquisa no Rio de Janeiro. Escolha o estado que você quiser. Pegue o mapa do Brasil, fecha os olhos, põe a mão dentro do estado e diz: ‘Olha, eu vou saber o que é que foi feito nesse estado no governo do PT’. Nunca antes na história do Brasil teve um governo que investiu tanto em obras públicas nos estados como o governo do PT. Isso vale pra Bahia, pra São Paulo, pro Rio de Janeiro, pro Acre, pra Rondônia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso. Vale pro Brasil inteiro”, disse Lula ao apresentador Mário Kertész.

O ex-presidente prosseguiu: “Pergunte para algum prefeito que não é do PT, que seja do DEM. Pergunte pro ‘grampinho’ se faltou dinheiro pra prefeitura da Bahia quando ele foi eleito prefeito. Porque a gente gosta de se respeitar e ser respeitado. A gente não tá tratando com adversário. A gente está tratando com interesses do povo”. (Bahia.Ba)