Por ‘economia nacional’, Kannário opõe-se a projeto que cria 10º feriado no país

0
78
-Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Enquanto Salvador discute o possível fim do tradicional arrastão da Quarta-feira de Cinzas, conforme estabelece projeto aprovado pelo Legislativo municipal, o cantor e deputado federal Igor Kannário (DEM) opõe-se a uma proposta na Câmara que torna o dia 22 de abril feriado nacional. De autoria de Marco Feliciano (Pode-SP), o texto confere a Porto Seguro, no sul da Bahia, o título de “Capital Histórica do Brasil” e também cria a Área de Livre Comércio da cidade.

Relator da matéria e membro da Comissão de Cultura da Casa, Kannário, porém, apresentou três emendas na tentativa de barrar a ideia. Eis a sua explicação: diante do atual contexto, a instituição de mais um feriado no calendário nacional trará impactos negativos à economia nacional.

- Anúncio -

“Se a presente proposta for aprovada, teremos dois feriados nacionais seguidos: dia 21 de abril, alusivo à morte de Tiradentes, nosso herói nacional, e o 22 de abril, referente ao ‘descobrimento’ do Brasil. Isso teria repercussões desfavoráveis para a economia nacional. Neste sentido, somos contrários à instituição deste feriado nacional no calendário anual”, justificou o parlamentar baiano, ao defender que o ordenamento jurídico brasileiro já dispõe de leis específicas que tratam do tema.

Kannário diz que só apoiará a proposta se suas sugestões foram acolhidas na redação final.

“Por considerar que a concessão do título de ‘Capital Histórica do Brasil’ ao município de Porto Seguro, na Bahia, insere-se no esforço de valorização de nossa História e resgate da memória nacional como instrumentos de afirmação da identidade cultural brasileira, votamos pela aprovação da matéria com a apresentação de três emendas”, escreveu.

Em 2019, o Ministério do Planejamento estabeleceu nove feriados nacionais e sete pontos facultativos no calendário de comemorações nacionais. São eles:

1º de janeiro: Confraternização Universal (feriado nacional)
4 de marçoCarnaval (ponto facultativo)
5 de março: Carnaval (ponto facultativo)
6 de março: Quarta-feira de Cinzas (ponto facultativo até as 14 horas)
19 de abril: Paixão de Cristo (feriado nacional)
21 de abril: Tiradentes (feriado nacional)
1º de maio: Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional)
20 de junho: Corpus Christi (ponto facultativo)
7 de setembro: Independência do Brasil (feriado nacional)
12 de outubro: Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional)
28 de outubro: Dia do Servidor Público (ponto facultativo)
2 de novembro: Finados (feriado nacional)
15 de novembro: Proclamação da República (feriado nacional)
24 de dezembro, véspera de Natal (ponto facultativo após as 14 horas)
25 de dezembro: Natal (feriado nacional)
31 de dezembro, véspera de Ano Novo (ponto facultativo após as 14 horas) (Bahia.Ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui